Saltar para: Post [1], Comentar [2], Pesquisa e Arquivos [3]

abrasivo on the rocks

ARROZ-DOCE À MODA DE MINHA MÃE E DE LORIGA TAMBÉM

arroz-doce1 cópia.jpg

 

O arroz-doce

Num fervedor leve a lume médio 2 litros de leite gordo com o vidrado de ½ limão (a casca sem a parte branca) e 1 pau de canela.

Depois de levantar fervura, mantenha-o em lume brando.

Num tacho, em lume médio, deixe ferver 6 dl de água e uma pitada de sal.

Quando entrar em ebulição, deite 150 gramas de arroz carolino. Mexa com uma colher de pau.

Logo que o arroz absorva a água, reduza para lume brando.

Junte um pouco do leite.

(O leite deve ser acrescentado aos poucos. Não é preciso medir. Calcule que vai deitar o leite por oito ou dez vezes. Não se esqueça de mexer com a colher de pau. É importante que a colher passe pelo fundo do tacho para que nada aí se deposite.)

Sempre a mexer, deixe engrossar e acrescente mais um pouco de leite a ferver. Continue a mexer e deixe engrossar de novo. Repita a operação até quase esgotar o leite.

(Não se esqueça: deve deitar o leite aos poucos, entre cada adição deve mexer e deixar engrossar e não deve deixar aderir ao fundo. O arroz deve estar sempre em ebulição. O processo demorará pelo menos 1 hora. Se em algum momento sentir que está a agarrar ao fundo, mude de tacho. Não corra o risco de deixar o seu arroz-doce queimar.)

Junte 450 gramas de açúcar e mexa. Quando voltar a levantar fervura, adicione o leite restante, sem o limão e a canela, e continue a mexer.

Quando sentir (estas coisas sentem-se!) que tem nas mãos um arroz-doce deliciosamente cremoso, retire-o do lume.

Deixe-o arrefecer sem ir ao frigorífico.

arroz-doce3.jpg

 

O leite-creme

No fervedor, em lume brando, leve a levantar fervura 5 decilitros de leite gordo com 1 pau de canela e o vidrado de ½ limão.

Numa tigela, mexa 10 gemas de ovo com 100 gramas de açúcar. Sempre a mexer, deixe cair em fio os 5 decilitros do leite a ferver. Coe a mistura com um passador de rede fina, deite num tacho e leve a cozer em lume brando.

Sempre a mexer com uma colher de pau, deixe engrossar até obter um creme com uma textura fina e delicada, que começa a aderir à colher. Retire do lume imediatamente antes de começar a levantar fervura.

Deite o leite-creme numa travessa e deixe arrefecer.

No momento de servir, polvilhe o leite-creme com açúcar e queime-o com um ferro em brasa.

(Não se esqueça. Queime-o só no momento de servir.)

 

Como servir

Decore o arroz-doce com canela. Já na mesa, coloque um pouco de arroz-doce

em cada prato, deixando um buraco no centro. Nesse buraco, deite 3 colheres

de leite-creme e sirva.

arroz-doceServir.jpg

A minha mãe partiu sem que eu tivesse tempo de lhe pedir a sua receita

de arroz-doce, mas este meu arroz-doce é quase tão bom como o melhor

arroz-doce do mundo, que era o arroz-doce de minha mãe. Seja a minha mãe aquela que por felicidade minha me gerou, ou seja apenas aquele torrão de terra que me fez crescer.

Bom Natal 

publicado às 09:39

Comentar:

CorretorEmoji

Se preenchido, o e-mail é usado apenas para notificação de respostas.

Mais sobre mim

imagem de perfil