Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]

abrasivo on the rocks

RECEITA DOS CANNELLONI QUE DEUS GOSTARIA DE PROVAR

cannelloni.jpg

Pique, ou mande picar no talho, só uma vez, 250 gramas de carne de vaca (agulha da pá, ou cachaço) e 250 gramas de carne de porco (do cachaço, de preferência).

Numa panela, deite 1 colher de sopa de azeite, 3 colheres de sopa de manteiga, 100 gramas de cebolas, picadas, 50 gramas de bacon, picado, e leve a lume médio. Cozinhe, mexendo de vez em quando, até a cebola ficar translúcida; adicione 80 gramas de aipo (o talo) e 100 gramas de cenouras, tudo picado. Cozinhe por cerca de 2 minutos, mexendo os legumes.

Adicione as carnes picadas, e tempere com sal e pimenta preta moída na hora. Separe a carne com a colher de pau, mexa e remexa até que toda a carne fique solta e perca a cor vermelha.

Junte 2,5 dl de leite gordo e deixe cozinhar suavemente, mexendo com frequência, até começar a borbulhar. Rale um pouco de noz-moscada, e mexa.

Adicione 2,5 dl de vinho branco seco, deixe ferver durante 2 minutos, acrescente 400 gramas de tomate italiano pelado e mexa para misturar bem.

Quando recomeçar a levantar fervura, baixe o lume para que o molho cozinhe lentamente, com apenas uma bolha intermitente a aparecer à superfície. Deixe cozinhar, sem tapar, por cerca de 3 horas, mexendo de vez em quando (no final, não deve haver vestígios de água e a gordura deve separar-se do molho).

Rectifique os temperos.

Entretanto, prepare o molho de tomate.

Num tacho, leve ao lume 3 cebolas médias cortadas em pedaços, com cerca de 1,5 dl de azeite virgem. Tire a pele e as sementes (retire as sementes para um coador, para poder aproveitar o sumo) a 1,5 kg de tomate em rama bem maduro e deite no tacho. Junte o sumo do tomate coado, 1 folha de louro, 1 ramo de salsa (atado, para ser mais fácil de retirar), 6 dentes de alho inteiros (espetados em 2 palitos), 20 gramas de manjericão fresco (também atado), rama do tomate, uma pitada de açúcar mascavado, 6 grãos de pimenta preta e sal.

Tape e deixe cozer em lume brando durante cerca de 45 minutos.

Leve ao lume um tacho com um pouco de água. Quando começar a ferver, introduza 1 molho de espinafres.

Logo que recomece a ferver, retire os espinafres e passe-os por água fria. Escorra-os. Esprema-os com as mãos e pique-os grosseiramente.

Numa caçarola, derreta 40 gramas de manteiga sem sal. Adicione 40 gramas de farinha e mexa muito bem. Depois, vá adicionando 3 dl de leite e, mexendo sempre, deixe cozer a farinha até obter um molho bechamel espesso. Tempere com sal, pimenta preta moída na hora e noz-moscada acabada de ralar. Junte 2 colheres de sopa de queijo parmesão, acabado de ralar. Mexa e retire do lume.

Leve uma panela ao lume com bastante água. Quando ferver em cachão, junte 20 cannelloni, desses que se encontram à venda (mas pode fazê-los em casa, se quiser dar-se a esse luxo), e deixe cozer durante 2 minutos.

Passe-os por água fria para não colarem e escorra-os.

Fora do lume, junte o molho de carne, os espinafres picados e o molho bechamel. Misture tudo e rectifique de temperos.

Unte um tabuleiro com manteiga.

Encha um a um os cannelloni com o recheio e coloque-os no tabuleiro, lado a lado.

Depois de cozidos os tomates, retire a folha de louro, o ramo de salsa, o manjericão, a rama de tomate e os dentes de alho, e desfaça tudo muito bem com o triturador.

Verifique os temperos e deite o molho sobre os cannelloni.

Polvilhe com queijo parmesão, ralado na hora, e leve a gratinar a forno previamente aquecido a 220° Celsius, durante cerca de 20 minutos.

Sirva, e já no prato rale mais um pouco de queijo parmesão.

cannelloni3.JPG

Acompanhe com um bom vinho tinto e não tenha pressa de chegar ao fim. Os meus irmãos deixaram de comer cannelloni nos restaurantes.

publicado às 09:10

Mais sobre mim

imagem de perfil